Pesquisa
Filtros
Fechar
RSS

Blog marcado com 'intel'

Reinauguração da loja GPJ Informática

A GPJ Informática tem reinauguração de nova sua loja junto com a Black Friday. Sexta-feira 29/11/19 e sábado 30/11/19. Ótima oportunidade para você conhecer um novo espaço em Belo Horizonte totalmente dedicado à informática.

E agora com uma grande novidade: ESPAÇO GAMER. Um lounge dedicado aos computadores gamer onde o jogador poderá conhecer os lançamentos de produtos, jogos e talvez se tornar um praticante de e-sports. Trabalhamos com as principais marcas do mercado: AMD,  ASUS,  BRAZIL PC,  COOLERMASTER,  GALAXY, GIGABYTE, INTEL, TENDA, REDRAGON, SEAGATE,  THERMALTAKE,  entre outras.

Junto com a reinauguração, acontece a BLACK FRIDAY da GPJ Informática. Com preços imperdíveis para você dar aquela atualizada no seu computador, ou mesmo, comprar algum produto de que está precisando com o melhor preço da cidade.

Venha participar de nossa reinauguração, comprar com ótimos preços e conhecer o novo conceito de loja de informática em Belo Horizonte. Entretanto, se você não mora em BH, pode comprar nossos produtos através de nosso site GPJ Informática.

Siga também nossas redes sociais para ficar por dentro de novidades, participar de sorteios e promoções, além de se informar sobre o mundo da informática. Instagram Facebook.

Conheça a Gigabyte AORUS Gaming

Recebemos na terça feira um treinamento da Gigabyte sobre a nova linha de placas mães de soquete X299. Mas iremos falar sobre as duas novas linhas Premium da companhia: X299 Aorus Gaming e X399 Aorus Gaming.

Ambas linhas são compostas por placas robustas voltadas para o publico gamer. Elas são equipadas o RGB Fusion com Digital LEDs que permite o controle da iluminação da placa de acordo com a preferencia do usuário, tanto através do software RGB Fusion no PC quanto pelo RGB Fusion APP disponível para Smartphone além suportar conexão de fita de LED externa.

click-1

Possuem o Smart Fan 5 que entre outras funções permite a verificação da temperatura da placa mãe permitindo focar a ventilação nos locais em que o usuário perceber que mais estiverem esquentando.

As placas AORUS possuem blindagem de aço inoxidável que previne torções e danos físicos, além de evitar qualquer interferência de ESD.

click-6 (1)

A função Killer faz com que o jogo tenha conexão de rede prioriza, então quando se recebe um e-mail por exemplo ele não vai reduzir a internet para atender a essa demanda, a banda será totalmente utilizada na partida, não permitindo assim os tão odiados lags.

mb_killer

Elas também são equipadas com capacitores de áudio banhados a ouro para que a qualidade de áudio seja a de um estúdio e possuem conexão m.2.

A diferença entre as linhas está no soquete, a X299 possui soquete LGA2066 que suporta os processadores Intel Core X e suporta as memórias Optane, já a X399 suporta os processadores AMD Ryzen™ Threadripper.

Fonte: Gigabyte

3D XPoint e Intel® Optane

 

3d XPoint

Em 2015 a Intel juntamente com a Micron, anunciou tecnologia de memória não volátil (NVM) 3D XPoint com promessa de permitir o acesso a grande volumes de dados em questão de nanossegundos.

O armazenamento de bits é baseado em uma mudança de resistência em massa, em conjunto com uma matriz de acesso a dados empilhável com grade cruzada. Essa arquitetura dispensa os transístores usados nas memórias Flash NAND dos SSDs atuais e propicia acesso em pequenos blocos às células, agilizando consideravelmente as operações de escrita e leitura.

3D_XPoint_Die

As células de memória conseguem alterar seu estado muito rapidamente devido as dimensões extremamente reduzidas. Contribuindo para a velocidade da tecnologia 3D XPoint.

As células podem ser empilhadas em várias camadas. De acordo com a Micron, cada die consegue armazenar até 128 gigabits tendo apenas duas camadas. As gerações futuras poderão aumentar ainda mais essa capacidade.

Assista ao vídeo da Micron sobre tecnologia:

Memória Intel® Optane

A memória Intel® Optane™ é um acelerador de sistemas inteligente e adaptável para PCs equipados com a 7ª geração do processador Intel® Core™, e é a tentativa da Intel de oferecer ao consumidor final uma versão acessível da tecnologia 3D Xpoint.

Estão sendo vendidas dois modelos: um com capacidade de 16GB e vendido por US$ 45 e o modelo de 32GB vendido por US$ 77.

Ela funciona como um sistema de cache para o seu drive de armazenamento principal, guardando dados necessários, assim como a RAM pode fazer, mantendo esses dados entre os reinícios.

stoneybeach_beautyangle1_rgb_lr-100702606-large

A promessa do aumento de performance é de até 28% no uso normal do sistema e de até 65% na hora de carregar um jogo.

 

Fontes: MicronIntel

Core X, a nova linha de processadores Intel

 

A Intel anunciou a nova linha de processadores Core X (Skylake-X) que será composta por versões mais potentes dos Core i5 e i7, além de incluir uma nova linha a família, o chamado Core i9.

A nova linha Core i9 é voltada para os consumidores que utilizam software pesados e para o publico gamer. O top de linha conta com 8 núcleos e 36 threads e custa US$ 2.000 (cerca de 6500, em conversão direta).

12-06-2017 (5)

Há também versões de 16 núcleos e 32 threads, 14 núcleos e 28 threads, 12 núcleos e 24 threads e dez núcleos e 20 threads. Essas outras versões custam, respectivamente, US$ 1.700, US$ 1.400, US$ 1.200 e US$ 1.000.

A empresa também anunciou novos Core i7 com mais núcleos do as versões anteriores. Há modelos de oito, seis e quatro núcleos, cada um com o dobro de threads. Há também um novo Core i5 de quatro núcleos e quatro threads.

12-06-2017 (2)

Os Skylake-X têm soquete LGA 2066 e multiplicador destravado para Overclock. Funcionarão com o chipset Intel X299, que suporta memórias Optane (nova memória da Intel com suporte a 3D Xpoint), três SSDs PCIe/NVMe, oito portas SATA e dez USB 3.1 de primeira geração.

A companhia também mostrou um pouco do Coffee Lake, a oitava geração de processadores Core. Ele será lançado no segundo semestre de 2017, e promete ser até 30% mais rápido que os atuais Kaby Lake(7º geração de processadores Intel Core).

 

Fontes: Intelolhardigitaltecmundotechtudo

Show De Lady Gaga No Super Bowl LI Contou Com Drones Da Intel
lady-gaga-drone-1060x598

 

Ontem aconteceu o super Bowl 51, a tradicional final do Campeonato da Liga Nacional de Futebol Americano (NFL). O evento que aconteceu no estadio NRG em Houston, Texas e contou com a surpreendente virada de New England Patriots sobre Atlanta Falcons e foi recheado de comerciais, lançamentos de trailers de filmes e no intervalo com um show da cantora Lady Gaga.

O inicio do show de Gaga contou com 300 drones da Intel, chamados “Estrelas Cadentes”. Eles possuem LEDs que podem criar mais de 4 bilhões de combinações de cores e pesam somente 280 gramas cada.

giphyintelintel-drones-light-show-super-bowl-halftime-designboom-818

O que chama mais atenção nesses drones, no entanto, é seu computador central. Eles são controlados por um conjunto de programas de software para desktop. As rotas são pré-programadas e cada unidade cumpre o seu papel sem a ajuda de hardware, ou seja, cada um deles é pré-programado por um sistema e eles não se comunicam entre si.

intel-shooting-star-4-of-4

Como os dispositivos não possuem sensores, o software determina suas rotas para que eles não colidam durante as manobras. Momentos antes de levantarem voo, o computador verifica o nível de bateria e o sinal de GPS de cada um. Caso um deles pare de funcionar durante a apresentação, uma unidade reserva assume seu lugar em questão de segundos.

Cada drone pode ser montado em menos de 15 minutos, uma vez que não há parafusos em sua construção e tudo se encaixa perfeitamente.

inteldrone-696x391

A demonstração de ontem, porém não aconteceu ao vivo, pois a Administração Federal de Aviação dos EUA proíbe que drones voem dentro de um raio de 55,5 quilômetros do estádio NRG e limita a realização de manobras acrobáticas feitas por essas máquinas acima de milhares de pessoas.

Por este motivo a Intel gravou a apresentação dos drones na semana passada com a introdução da Lady Gaga com as estrelas ao fundo, que mudaram e formaram a bandeira dos EUA e após as logos da Pepsi e da Intel.

As pessoas que estavam no estadio viram as apresentação pelos telões e as pessoas que assistiram pela televisão viram como se fosse em tempo real, sendo possível perceber devido ao corte que acontece quando a cantora pula e aparece descendo para o palco.

A Intel está trabalhando com as “Shooting Star” há 2 anos e desde então a empresa vem executando vários testes, participando de competições. No final de 2016, conseguiu lançar 500 drones ao mesmo tempo, quebrando o recorde mundial para a maior quantidade de drones operados por uma única pessoa.E na Disney World, na Flórida, a companhia fez shows sincronizados com 600 drones durante os últimos meses.

 

Veja a apresentação completa de Lady Gaga no Super Bowl:

Fonte: TechCrunch